FADA CONTABILIDADE
Últimas Notícias
7 itens que desvalorizam os carros na hora da revenda ( 08-03-13 )
Fatores como cor, estado de conservação, ano e marca do veículo contam na hora de revender um automóvel
Ao comprar um veículo, o proprietário precisa estar ciente de que ao sair da concessionária seu carro já vai ter desvalorizado, em relação ao preço de mercado. Isso, aliado a outros motivos, faz com que na hora da revenda o preço caia muito. Confira quais são os principais motivos que fazem um carro ficar desvalorizado:

1- Popularidade: de acordo com o CEO do iCarros, Sylvio de Barros, os carros mais populares são os que vendem mais no mercado de usados, por isso, os modelos mais caros das montadoras acabam apresentando uma desvalorização maior do preço. Dados da empresa Jato Dynamics mostram que, em uma média de mercado, um segmento premium de importados desvaloriza 10% a mais que um segmento médio, e este 5% a mais que um segmento popular.

2- Marca: assim como os carros populares, diz Barros, as empresas que estão no País há mais tempo, como GM, Volkswagen, Fiat e Ford, têm maior liquidez de mercado do que uma Citröen ou Renault, gerando uma menor depreciação. No entanto, Barros lembra que existem marcas reconhecidas como símbolo de qualidade, caso da Toyota e da Honda, que acabam vendo uma desvalorização menor. Segundo a Jato Dynamics, a desvalorização dos veículos de marcas menos comuns no Brasil chega a ser de 15% a 20% maior que os carros de marcas mais consagradas.

3- Estado de conservação e idade: o estado do carro e o seu ano de fabricação contam muito na hora da revenda, pois quanto pior parecer o veículo ou quanto mais velho ele for, maior deverá ser a manutenção, causando queda no preço.

4- Blindado: segundo Barros, os carros blindados começam a se deteriorar mais rápido que os veículos não blindados. Os vidros, por exemplo, costumam sofrer delaminação, que é a formação de bolhas causadas pela separação das camadas de proteção do vidro. Assim, esses carros, ao contrário do que pensa uma boa parte das pessoas, perdem valor mais rápido.

5- Tempo: os proprietários que têm pressa de vender um veículo acabam diminuindo seu preço para poder vender mais rápido.

6- Cores: os compradores preferem escolher os carros com cores mais tradicionais, como preto, prata e vermelho. Assim, carros amarelos, verdes ou de outra cor “chamativa” passam por dificuldades na hora da venda.

7- Não completo: os carros que não são modelo completo, ou seja, com ar condicionado, trio elétrico, direção hidráulica e câmbio automático, acabam se desvalorizando, pois os completos vendem mais rápido.

Fonte: Infomoney – 08/03/2013
voltar | inicial
Últimas Notícias da Área Contábil / Jurídica / Empresarial - Boletimcontabil.com.br